sábado, 26 de julho de 2008

EM NOME DO AMOR


A necessidade de ler sempre (o que me apetece, nem sempre aquilo que me obrigam...) e a emergência de alargar os horizontes em relação a um público mais crescido que "os meus meninos de sempre" fez-me ir tropeçando numa série de "romances juvenis" espectaculares. Partilho mais este...


O romance Em Nome do Amor tomou de assalto o universo literário e enriqueceu-o de uma forma súbita, avassaladora e irreversível.

A ilustrá-lo, os prémios que recebeu — o Guardian Children's Fiction Prize de 2004 e o Branford Boase Award de 2005 —, e a sua publicação em diversos países europeus.

Fascinante, intemporal e luminoso, este livro imerge-nos num mundo de sonho, beleza e magia, um mundo que vamos conhecendo pelos olhos da protagonista, Daisy, uma jovem de quinze anos, de Nova Iorque, que vai passar o Verão a casa da tia e dos primos, numa quinta do interior de Inglaterra. E é na idílica atmosfera rural inglesa, que Daisy descobre a dor e a alegria dos afectos mais profundos e do primeiro amor.

Uma obra maravilhosa, de grande sensibilidade literária e emocional.

Sem comentários: