domingo, 21 de outubro de 2007

Ilustradora alemã Susanne Janssen vence Ilustrarte



A ilustradora alemã Susanne Janssen venceu a terceira
Ilustrarte, a Bienal Internacional de Ilustração para a
Infância, que arranca em Novembro no Barreiro,
anunciou o júri.


A autora conquistou o primeiro prémio com uma adaptação da obra "Hansel and Grettel", dos irmãos Grimm, e vai receber cinco mil euros.

Ainda sem edição em Portugal, "Hansel and Grettel" apresenta a história dos dois irmãos em tons sombrios, numa técnica mista de colagem e pintura.

Dada a qualidade das obras apresentadas a concurso, o júri da bienal atribuiu ainda três menções especiais.

Foram distinguidos a italiana Chiara Carrer, por uma adaptação da história do capuchinho vermelho, a belga Isabelle Vandernabeele, por "O barba azul", e o francês Martin Jarrie, que ilustrou a antologia de poesia "Drôles d´oiseaux", que inclui dois poemas de Fernando Pessoa.

Susanne Janssen, cuja obra foi alvo de uma retrospectiva em 2006 no Barreiro, foi escolhida entre 1360 ilustradores oriundos de 60 países, que apresentaram trabalhos nesta edição da Ilustrarte.

Um dos comissários da bienal, Eduardo Filipe, afirmou hoje em Lisboa que o concurso espelha a visibilidade que a bienal tem tido no resto do mundo, já que a organização contabilizou quase mais 500 participantes do que na edição de 2005.

Além de Portugal, de onde participaram 237 ilustradores, este ano a organização da bienal recebeu trabalhos da Nova Zelândia, Austrália, Chile, Turquia ou Nicarágua.

Destaque para o Irão, com a admissão de 158 artistas, França (250) e Itália (129).

Dos quase 1400 participantes, foram seleccionados apenas 50, que irão expor os seus trabalhos na Bienal de Ilustração, no Auditório Municipal Augusto Cabrita, no Barreiro, de 10 de Novembro a Janeiro de 2008.

Nesta meia centena de autores estão apenas dois portugueses: Teresa Lima e Gémeo Luís, que têm obra distinguida em Portugal.

Além da exposição, a bienal integrará, pela primeira vez, um salão internacional do livro infanto-juvenil, onde estarão à venda obras dos autores expostos, e jornadas de debates entre profissionais do sector de Portugal e de França.

A Ilustrarte realiza-se desde 2003 e tem tido como principal objectivo mostrar "que a ilustração é uma arte maior com a qual se pode juntar crianças e adultos", referiu Eduardo Filipe.

Sedeada no Barreiro, a Ilustrarte pretende ser "a capital da ilustração infantil", inserida num roteiro de cidades de todo o mundo onde se realizam eventos semelhantes, como afirmou a vereadora da cultura da localidade, Regina Janeiro.

A organização da Ilustrarte conta com um orçamento de 125 mil euros para fazer a bienal e promover as exposições e os lançamentos literários que realiza no auditório municipal Augusto Cabrita.

© 2007 LUSA - Agência de Notícias de Portugal, S.A.

Sem comentários: