terça-feira, 13 de abril de 2010

Lágrimas de crocodilo

de André François.

 Bruaá apresenta um dos livros mais icónicos e revolucionários do século XX. Cinquenta e quatro anos depois da sua primeira edição, podemos finalmente apreciar e embarcar nesta insólita viagem-explicação ou explicação-viagem que ninguém se vai importar de repetir... até às lágrimas.
 
Um livro com um design ainda inovador para os nossos dias e com um texto sempre actualíssimo. Que bom! (E como, mais uma vez, me deitei a adivinhar com as pistas que o Miguel vai pondo no blogue, parece que vou receber um exemplar ainda quentinho. Que sorte!)

Sem comentários: