quarta-feira, 10 de março de 2010

Abecedários Ilustrados na Revista Pública

Os  abecedários ilustrados estão entre os primeiros livros que surgiram dirigidos especificamente ao público infantil.Não funcionavam como manuais escolares pois eram destinados a ser vistos em casa, normalmente em famílias pertencentes a classes mais elevadas. Permitiam desta forma a inserção da criança no universo precoce da leitura e da escrita.
 

Estes livros suscitavam a curiosidade e estimulavam uma certa precocidade na aprendizagem da leitura. Tinham também um papel muito importante no reforço afectivo na relação adulto- criança, já que na maioria das vezes eram explorados em conjunto por  pais e filhos. 
 
 
A Cartilha de João de Deus, que aí encontrou grande fonte de inspiração, tem associado o nome “Maternal” precisamente para dar ênfase a essa relação plena de afectividade, necessária à sua exploração e análise.
 
No dia 7 de Março de 2010, a Revista Pública publicou um artigo sobre Abecedários Ilustrados.A Pública ouviu Rosário Araújo, André Letria e Paula Ramos sobre este tema.




Lembrei-me imediatamente do site da autora/ilustradora brasileira, a genial Ângela Lago que também tem uma série de jogos em flash para brincar com os alfabetos. Vale a pena conhecer!

Sem comentários: