segunda-feira, 29 de setembro de 2008

A PROPÓSITO DO "MAGALHÃES"

Parece que o "Magalhães" é um computador. Ou seja, quando ligado à Internet fz uma coisa extraordinária: liga-se a sites impróprios para menores. Parece que até tem um programa de controlo parental. Mas parece que, coisa rara, tem de ser activado. E parece que o Estado deixou que fossem os pais a decidir que interdições querem activar no computador que pagaram e vão ter em caa. Parece que muitos jornalistas julgavam que os pais podiam pôr os seus filhos em contacto com o mundo, dando-lhes uma ferramenta de trabalho, e depois ficarem refastelados no sofá, deixando um software a fazer o trabalho que só um adulto pode fazer. Com ou sem filtros informáticos, só há uma forma eficaz de controlo parental: o controlo parental. Sem histerias ou paranóias, que só servem para que os miúdos agucem o engenho. Ser pai é uma tarefa difícil. Ser pai num mundo em que o exterior nos entra pela casa dentro é ainda mais difícil. Mas tem vantagens. Sendo certa uma coisa: o Estado e a comunidade podem fazer imenso por nós. Mas não nos podem substituir em casa. Felizmente.


Daniel Oliveira, Expresso 27.09.2008






Mais informações em E-Escolinha.

Destinado a auxiliar educadores ou pais no apoio a crianças perante a utilização do computador portátil “Magalhães”, foi criado o guia para pais e educadores“E-Escolinha − Guia para Pais e Educadores”, que deve ser lido com algum sentido crítico...

ABRE-SE MAIS UM CAMINHO IMENSO A PERCORRER , NA ESCOLA, NA SOCIEDADE...

Sem comentários: