terça-feira, 25 de março de 2008

SEGUE-ME - UMA HISTÓRIA DE AMOR QUE NÃO TEM NADA DE ESTRANHO


Um elefante cinzento com pintas lilases apaixona-se perdidamente por uma formiga preta com cintura de vespa. Apesar de se tratar de um amor correspondido, longo e difícil é o caminho até que, finalmente possam ficar juntos, para sempre, claro!

Mais um conto espectacular da OQO, magistralmente ilustrado por Roger Olmos que constrói um cenário completamente surrealista que acompanha o texto, também ele cheio de impossível de José Campanari.

(Lamentável a gralha na capa, numa editora que nos tem habituado a um patamar de qualidade muito acima da média...)

1 comentário:

Anónimo disse...

Esta é uma história fantástica, que faz acreditar na (im)possibilidade, que nos faz ver como por vezes achamos as coisas estranhos...Quando há sentimentos envolvidos no que fazemos, nada parece estranho e tudo se faz para atingir os objectivos. Complementa a célebre frase: "Envolve-me e não esquecerei!"

Boas Leituras,
Ana.